Segunda-feira, 20 de Julho de 2009

pobre ministro

Teixeira dos santos diz que quem tem razões para estar cansado por causa do BPP é ele. E tem toda a razão. Desde Novembro do ano passado – já lá vão cerca de oito meses – que a crise no banco fundado por João Rendeiro rouba tempo e energia ao ocupado ministro de Estado, da Economia e das Finanças. Pelo meio, ainda se arriscou perante a fúria de alguns clientes mais desesperados.

Mas no meio de tanto stress, só há mesmo um pequeno senão: a fadiga que Teixeira dos Santos sente é da sua responsabilidade, é culpa deste governo, que, neste caso como noutros, envereda por caminhos ziguezagueantes. Primeiro, diz que tudo fará para resolver o problema do banco e dos seus clientes, mais tarde, diz que já não é bem assim, que se tem que analisar bem o assunto, e no final, diz que o Estado não tem nada que entrar com dinheiro para resolver o problema de um banco privado e dos seus clientes. Parece, de facto, uma verdadeira canseira. Só de pensar...

Assim de repente, Teixeira dos Santos tem três saídas: faz como a administração de Fernando Adão da Fonseca e invoca desgaste para pedir a sua substituição; aguenta o tempo que for preciso até ter, um dia, uma boa, quem sabe perfeita, solução para os clientes do BPP; ou abrevia toda esta agonia e toma uma decisão. Já não há uma explicação aceitável para tanto tempo de espera e de incerteza. A não ser que o ministro não saiba ainda o que fazer. E isso é de uma tal gravidade, que só resta pedir ao ministro Teixeira dos Santos que vá descansar.

 

publicado por Sílvia de Oliveira às 18:54
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 2 seguidores

pesquisar

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Por aqui, engordam-se por...

Não temos de que nos quei...

O Presidente não tem espí...

D. João II podia ajudar

Tudo tem um preço, até a ...

Guerra entre filhos e pai...

Não há melhores mãos que ...

Explicações em Nova Iorqu...

Se o i fosse um país...

Este sangue não é lá gran...

arquivos

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

subscrever feeds