Terça-feira, 28 de Abril de 2009

gripe mexicana

 

A gripe suína impôs o caos na Cidade do México, espalhou-se pelos Estados Unidos e pelo Canadá, entrou pela Europa e já chegou às portas de Portugal. Na segunda-feira, as análises feitas a um homem de 23 anos que vive em Albacete confirmaram o primeiro caso de gripe suína em Espanha e também na Europa. São já sete os países com casos confirmados desta doença. Enquanto o Mundo treme perante as notícias do aumento do número de vítimas mortais da gripe, em Portugal, a ministra da Saúde garante que não existem, no nosso país, motivos para alarme. Hoje, Ana Jorge disse ainda que, à semelhança do que já foi feito noutros países União Europeia, foram activados os dispositivos previstos para situações deste tipo, tendo em conta as recomendações da Organização Mundial de Saúde e de Bruxelas. E sublinha também que Portugal dispõe dos meios terapêuticos que, em caso de necessidade, serão fornecidos gratuitamente aos cidadãos.
Ainda bem que o Governo português está seguro das medidas tomadas para evitar a entrada da epidemia em Portugal. Afinal, Albacete fica apenas a pouco mais de 600 quilómetros das fronteira portuguesa. Mas a tranquilidade já não deve ser a tanta quanto aos meios existentes para enfrentar uma indesejável e até improvável desgraça. Basta pensar no que acontece às urgências dos hospitais portugueses quando ataca a gripe sazonal para questionar a aparente infalibilidade dos planos de ataque nacionais. As urgências entopem todos os anos, na mesma altura do ano, aparentemente sem solução.
É sensato evitar alarmismos, até porque Portugal tem tido a sorte de quase sempre ter passado ao lado destas pragas globais. Mas também é verdade que com a sorte nunca se brinca. Ao Governo, compete, em muitas situações mas sobretudo nesta, porque é de saúde pública que se fala, ser perfeito e infalível. Prever tudo, até o lado psicológico do fenómeno. Um espirro hoje tem outro significado. A Linha Saúde 24 – o sucessor do saudoso e eficiente serviço Doi Doi Trim Trim – já regista um acréscimo de telefonemas por causa da gripe mexicana.
publicado por Sílvia de Oliveira às 18:30
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Por aqui, engordam-se por...

Não temos de que nos quei...

O Presidente não tem espí...

D. João II podia ajudar

Tudo tem um preço, até a ...

Guerra entre filhos e pai...

Não há melhores mãos que ...

Explicações em Nova Iorqu...

Se o i fosse um país...

Este sangue não é lá gran...

arquivos

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

subscrever feeds