Sexta-feira, 11 de Junho de 2010

D. João II podia ajudar

Não foi o desânimo que nos levou à Índia, lembrava ontem o Presidente. Pois não, foi D. João II, que depois do reinado desastroso do seu pai - D. Afonso V - arrumou um reino empenhado e definiu um desígnio nacional: a busca de um caminho marítimo para a Índia.

O que o Príncipe Perfeito pretendia não era mais do que enriquecer, por maior romantismo que se queira encontrar nas expedições. Não vacilou, não dividiu esforços nem recursos - recusou patrocinar a viagem de Colombo, que descobriu oficialmente a América -, e mobilizou tudo e todos à volta de um objectivo concreto, a chegada à Índia contornando África.
Esta história deve inspirar-nos, sobretudo a quem governa. Tal como no século XV, Portugal também está empenhado e precisa urgentemente de criar riqueza, de, como disse ontem Cavaco, afastar mais uma vez o cenário de nação improvável e levantar os braços num esforço suplementar de coesão, seja geracional, territorial ou social. Tal como há mais de 500 anos, o país precisa de um desígnio nacional e de concentrar todo o investimento na sua concretização.
Não é segredo, transformar Portugal numa economia exportadora deve ser o nosso caminho marítimo para a Índia. Mas é um enigma saber se e como isso será possível. Portugal escolhe o caminho mais fácil, o de ter várias prioridades, não faz o mais difícil, dizer não, isto e mais isto não quero. Quer o TGV, um novo aeroporto de Lisboa, uma terceira travessia sobre o Tejo, quer mais hospitais e ser pioneiro nas energias renováveis. Não é querer muito, não fossem tão escassos os recursos. São projectos seguramente importantes, mas não há tempo para tantas prioridades. O desígnio nacional é exportar, hoje e amanhã. É nisso que se devem concentrar governo, conselhos para a internacionalização da economia, empresários, gestores e trabalhadores. Um contrato nacional.

publicado por Sílvia de Oliveira às 15:11
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 2 seguidores

pesquisar

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Por aqui, engordam-se por...

Não temos de que nos quei...

O Presidente não tem espí...

D. João II podia ajudar

Tudo tem um preço, até a ...

Guerra entre filhos e pai...

Não há melhores mãos que ...

Explicações em Nova Iorqu...

Se o i fosse um país...

Este sangue não é lá gran...

arquivos

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

subscrever feeds